Selfies solitárias no metrô

15856169578_19db2a83a0_z
Foto: Silke Remmery

Domingo de verão, sai para uma visita a trabalho na Praça da Kantuta. Apesar da região não ser nova pra mim, sempre me impressiona a quantidade de pessoas ao redor da quadra de futebol presas em seus celulares. Esse é um dos locais de funcionamento do Wifi Livre da Prefeitura de São Paulo. Ficam todos vidrados nas suas telinhas luminosas.

Na volta, estava subindo as escadas na estação Paraíso, quando ao meu lado no sentido oposto, um rapaz de óculos escuro tirava uma selfie. Sozinho, na escada rolante, tirando uma foto de si próprio. Enquanto ainda processava aquela imagem, mais um tirava selfie na ponta da escada. Estamos doentes?

Sim, eu estou! Apesar de praticamente esquecer do celular quando estou com meus amigos ou familiares, sou praticamente consumida por esse aparelhinho quando estou sozinha. Tenho a necessidade de checar as mensagens de minuto a minuto, quando estou na sala ou na cozinha, fico olhando constantemente o aplicativo do e-mail. E todo esse tempo vai escorrendo para um ralo fétido e escuro de onde não consigo sair.

Neste momento, eu queria estar lendo um livro, mas arranjei a desculpa do blog para pegar o celular da bolsa e digitar esse texto. Era urgente? Não! Eu poderia fazê-lo em outra hora? Sim. Eu deixaria de escrever esse texto porque estaria perdendo mais tempo no celular em outro momento? Muito provável!

É desesperador e a consciência de que estou procrastinando com o celular na mão não mitiga em nada essa ansiedade. Se os dois rapazes tirando selfies no Metrô me vissem, também seria passível de dó. E muita!
Advertisements

2 thoughts on “Selfies solitárias no metrô

  1. Fernanda Rodrigues diz:

    Oi, Jé! 🙂
    Então, eu tenho sentido a mesma sensação que você e isso também tem me incomodado. Tenho notado que, quanto mais fico nas redes sociais, menos foco tenho, principalmente quando estou em casa. É como se td se tornasse entediante, mesmo sabendo que não é.

    O lado bom nisso é que reconhecer é o primeiro passo, não é mesmo? Agora é tentar lidar com isso de uma forma produtiva. Espero que dê certo!

    Beijos

    http://www.algumasobservacoes.com/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s